Chegaram novas doses da vacina contra gripe, mas ainda não o suficiente

Nesta terça-feira (24), a Secretaria de Saúde de São Bento do Sul recebeu novas doses da vacina contra a gripe. Porém, a quantidade enviada pelo Ministério da Saúde, responsável pela distribuição das vacinas, ainda não será suficiente para imunizar todas as pessoas do grupo prioritário, que são os idosos com mais de 60 anos e os profissionais de saúde.

Segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica e Imunização do município, Cristiane Jantsch Sestren, as novas doses recebidas serão divididas somente entre os pontos estratégicos criados pela secretaria. “A vacinação nesta quarta-feira (25) é para os idosos e será aplicada apenas nos pontos estratégicos montados na Igreja Luterana no Centro, e no Centro de Especialidades Médicas, também no Centro; no CEIM Sossego da Mamãe, no bairro Serra Alta; na Associação de Moradores do bairro Cruzeiro, localizada na Rua Monte Castelo, s/n (antigo campo do Remo); e na Associação de Moradores do bairro Centenário, localizada na Rua Amandus Jurgensen, em frente ao terminal de passageiros”, disse.

Os pontos estratégicos ficarão abertos somente nesta quarta-feira (25), das 8 às 12 horas e das 13 às 15 horas. “Como a campanha nacional foi antecipada pelo Governo Federal e o laboratório tem uma programação para produção da vacina, mais lotes deverão ser entregues a cada semana. Por isso, os idosos podem ficar calmos que todos serão vacinados. Neste momento, é fundamental que não haja aglomeração e nem filas”, comentou Cristiane.

A campanha – A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza iniciou na segunda-feira (23), mas as três mil doses da vacina que foram disponibilizadas pelo Ministério da Saúde para São Bento do Sul se esgotaram rapidamente.

Os dois primeiros grupos a serem vacinados nesta etapa são os idosos a partir de 60 anos e os profissionais de saúde, devendo ser imunizados mais de 6.500 idosos de 60 anos ou mais e ainda pouco mais de 1.000 profissionais de Saúde. Com esta segunda remessa de vacinas, a Secretaria de Saúde atinge a meta de 19% de cobertura com o grupo dos idosos.

O segundo grupo a receber a dose será o de professores e profissionais das forças de segurança e salvamento, como bombeiros e policiais militares, que poderão se vacinar a partir de 16 de abril.

Já o terceiro, e último, grupo poderá se vacinar a partir de 9 de maio. Nesse grupo estão crianças de 6 meses a menores de 6 anos, doentes crônicos, pessoas com 55 anos ou mais, mães no pós-parto, população indígena e portadores de condições especiais.

A campanha de vacinação foi antecipada pelo Ministério da Saúde por conta do crescimento de casos suspeitos e confirmados do novo Coronavírus no Brasil. O dia D da vacinação contra a Influenza será em 9 de maio. A campanha encerra no dia 23 de maio.

É importante ressaltar que a vacina é apenas para a prevenção da gripe e não tem relação com o coronavírus.

0